DRN – [ADIADO] Workshop A psicologia e a intervenção do psicólogo em ambientes educativos intensivos em STICC*

15.0030.00

*(Sistemas e Tecnologias da Informação, Comunicação e Cognição)

Local: Online

Dia/Hora: [novas datas em breve]

Créditos: [por confirmar]

Nota: Caso o pagamento não seja efectuado até 24h após a inscrição, não poderemos garantir a inscrição no evento.

Limpar
REF: N/A Categoria:

Descrição

Destinatários: Membros Efectivos  Psicólogos Júniores.

Objectivos: 1- Conceber e produzir/agir sobre a envolvente próxima (Vigotsky) com influência directa sobre smart objects (entidades dotadas de inteligência artificial); 2- Analisar e reflectir a partir de Estudos de Casos Reais/Actuais, demonstrativos do crescimento exponencial da Interação Humano-Máquina (Smart) utilizando Interfaces de Diálogo Conversacional e Serviços Cognitivos servidos por Cloud; 3- Apresentar um método práctico para Design Thinking/Sensing e Programação de uma “entidade psíquica ativa” na forma de um Chatbot. Neste workshop será orador Francisco Pires.

Programa:

Parte 1- Justificação teórica e orientação estratégica (3 horas)

A Sociedade Algorítmica com desenvolvimento em curso estimula o aparecimento de uma Sociedade e Economia Cognitiva, cujos efeitos dinâmicos urge perceber como forma de manter os Ecossistemas em relação estreita do Humano com o seu ambiente, simultaneamente próximo e à distância, e em sincronismo com os tempos biológicos, psicológicos, digitais e futuros .
O crescimento da interação “Humano – Máquina” tem vindo a intensificar-se permeando a sociedade e as suas instituições, de forma imperceptível mas determinante para o aparecimento de comportamentos instantâneos não refletidos geradores de instabilidade pessoal e organizacional.
O volume , velocidade, variedade e valor dos Dados ( estacionários ou em trânsito) determina um conhecimento maior sobre a dimensão psicológica, em interação com um ambiente socio-tecnológico mais intensivo, imersivo e ubíquo.
A transformação de Dados em Informação, e a ideia de Conhecimento enquanto informação acionável, coloca a Psicologia Evolucionária no cerne de processos básicos de Aprendizagem e de Trabalho na dialética presencial/distância , e para os quais é necessário promover o desenvolvimento de profissionais com conhecimentos, capacidades e atitudes para lidar com ambientes adaptativos complexos através do domínio gradual das forças e tendências que emergem da Inteligência Artificial, Machine Learning, Deep Learning, Processamento de Linguagem Natural, Internet das Coisas, Realidade Virtual, Aumentada e Mista, Internet das Coisas, 5G, Impressão 4D e Computação Quântica.

Parte 2 – Justificação tática e operacional (4 horas)

Entre uma sociedade VICA ( volátil, incerta, complexa e ambígua) e um modo de pensamento LANO (linear, antropocêntrico, mecanicista e ordenado), o humano elege como elemento de intervenção o artefacto técnico e tecnológico.
Compreender para agir através de ferramentas tecnológicas na forma de sistemas e interfaces informáticos, determina um modo de conceber e produzir / agir sobre a envolvente próxima (Vigotsky) com influência direta sobre smart objects ( entidades dotadas de inteligência artificial ).
Para elaboração de respostas práticas potenciais para as questões supra mencionadas propõe-se dois níveis de intervenção operacional :
1 – Aumentar o nível de compreensão através da análise e reflexão de Estudos de Casos Reais/Atuais, demonstrativos do crescimento exponencial da Interação Humano-Máquina (Smart) utilizando Interfaces de Diálogo Conversacional e Serviços Cognitivos servidos por Cloud .
2 – Apresentar um método prático para Design Thinking/Sensing e Programação de uma “entidade psíquica ativa” na forma de um Chatbot.

Lotação máxima: 40 pessoas.

Créditos: [por confirmar]

Informação adicional

Categoria

Membro Efectivo, Psicólogo(a) Júnior, Pessoas em situação de desemprego | Estudantes | Orientadores de Ano Profissional Júnior (no último ano 2018-2019), Outros Profissionais

X